quinta-feira, maio 10, 2007

Prostituição Musical?!?

Há uns dias li um artigo muito interessante num blog de metal que fazia referência ao facto de haver muito boa gente que pensa que a música que é feita nos dias de hoje é mais comercial e menos honesta. Eu sinceramente não acho o mesmo porque isso é uma coisa que se fala desde que surgiu a música praticamente, desde o tempo dos grandes compositores de antigamente que muitos eram acusados de serem manipulados e que usavam o seu talento e criatividade para beneficiar reis e presidentes. Eu acho que existem de facto músicos e compositores que conscientemente fazem uma coisa a pensar no lucro fácil e comercialização e apostam e géneros musicais que são mais facilmente rentaveis, mas também existem outros que inconscientemente fazem música também considerada mais comercial mas aquilo é de facto o que saí e eles não vão deixar de ser menos honestos por causa disso. Temos exemplos extremos de bandas que praticam uma sonoridade underground já também com o intuito de serem comercializados porque até mesmo o underground está ou esteve na moda. Infelizmente ninguem sabe qual é a formula para o sucesso duma banda mas eu não me acredito que todas as bandas que existem não tiveram uma vez o sonho de poderem ser iguais as grandes bandas e músicos que os influenciaram e darem grandes concertos em estádios lotados.
Agora há uma coisa que eu considero muito importante que é o exemplo que as bandas dão á sociedade, hoje em dia vê-se muitas bandas com uma atitude anti-profissional e que se limitam a provocar e a criar uma imagem negativa para o resto das bandas, deveria de haver uma preocupação maior em filtrar bandas que não querem mesmo ser profissionais e tem uma atitude subversiva constante e que no fim acabam por sabotar o trabalho de bandas que tem ou querem ter uma atitude mais profissional. Muito se fala da atitude rock and roll que é a base de sexo. drogas e alcool e na maioria dos casos não tem nada a ver com aquilo que é de facto importante...música. Eu concordo que uma banda tem que ter atitude mas acima de tudo tem que ter talento e originalidade mas muitas vezes confunde-se talento com atitude e as 2 coisas são totalmente distintas, existem muitas bandas actualmente que dão uma péssima imagem a nível de atitude e que no lugar do gosto em fazer música, do profissionalismo e da simplicidade optam pelo desleixo, vedetismo e arrogância e acabam por se tornar um mau exemplo a seguir.Outra coisa que eu acho espantosa e incrivelmente estúpida ao mesmo tempo é o facto de haver um movimento de bandas que vão buscar a sua sonoridade as bandas rock dos anos sessentas e setentas e depois limitam-se a repisar e copiar esses generos e não procuram evoluir tornando-se extemistas e fechadas sem qualquer vontade de progredir e se pensarmos bem essas bandas rock antigas foram percursoras da evolução a nível do rock e mais tarde metal tendo conseguido evoluir e progredir e alargar fronteiras entre generos e sub-generos musicais e muitas até inclusive abriram caminho para outras sonoridade e generos inovadores , ou seja neste momento assiste-se a um movimento de bandas que é extremista, fechado e se limita a copiar bandas que no seu tempo eram contra o extremismo e mentalidade fechada em tabus ultra-conservadores e não tiveram problemas em tentar agitar e mudar as coisas e que sempre tentaram evoluir e progredir a nível musical. Tenho dito!

3 comentários:

Tech-L disse...

Sempre acutilante bro :)
e sempre com bué de razão, stay evil \m|

Carreira disse...

Excelentíssimo senhor,
Criei um blogue de opinião que agora estou a divulgar.
Se tiver interesse, não deixe de fazer uma visita:

http://www.cegueiralusa.blogspot.com/

Caso goste, por favor divulgue, pois pretende ser mais um espaço de discussão em busca de uma cidadania mais activa.
O meu muito obrigado.
Com os melhores cumprimentos,
José Carreira

Zuck de la Rocha disse...

Xanxarelho Mor!!!! Como é? Só para dizer que enfim.. este "novo" mundo musical da MTV/Hip Hop está a desvanecer um pouco.. ou seja, na minha opinião, a falta de senso e a falta de conteudo desses "artistas" está sim a ser trocada por todas essas bandas Pró-Doors! Não que seja contra mas falta sim uma evolução nessa sonoridade! Enfim..é como a moda esta musica mtviana! Vai rodando de 40 em 40 anos..

Dia 1 vou ver se vou ver o teu concerto pá!

Hasta!!